Remexendo o Passado

Há 133 anos, o Brasil extinguia a escravidão e “O Taquaryense” noticiava o momento histórico

Segundo pesquisador, Taquari se antecipou em quatro meses à abolição

Trecho da Lei Áurea, transcrita pelo jornal em 30 de maio de 1888
Foto: Reprodução

Entre os fatos mais importantes registrados nas páginas seculares de “O Taquaryense”, está a abolição da escravatura no Brasil, ocorrida em 13 de maio de 1888, há 133 anos.

Na edição do dia 15 daquele mês, o jornal publicou na primeira página texto intitulado “O projeto”, transmitindo a seus leitores a seguinte notícia: “Por entre aclamações de alegria do povo brasileiro, passou em terceira discussão na Câmara dos Deputados o áureo projeto que, extinguindo a escravidão, lavou a aviltante mancha que existia na civilização do Império brasileiro!”. E conclamou: “Entoemos desde já o hino da vitória, sem temer que o Senado derribe o grande edifício levantado pelo pensamento nacional!”.

Também na primeira página, em edição saída do prelo 15 dias depois, “O Taquaryense” trouxe a transcrição da Lei Áurea, sancionada pela princesa Isabel, então regente do Império, declarando extinta a escravidão. Na segunda página, em nota intitulada “Pela liberdade”, celebrou: “O Brasil exulta jubiloso por ter apagado de sua bandeira essa nódoa infamante da escravidão!”. E assinalou: “O trabalho livre e a inteligência despreocupada do látego do feitor darão os sazonados frutos de grandeza e prosperidade à lavoura e a todas as indústrias do país”.

Conforme o historiador e escritor João Paulo da Fontoura, autor da monografia do município lançada há dois anos, Taquari se antecipou em quatro meses à Lei Áurea. Em “São José de Tebiquary”, ele conta que, em 1º de janeiro daquele ano, as autoridades declararam que não havia mais escravos em solo taquariense.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: