Segurança

Brigada Militar encerra festa clandestina em sítio na Aleixo Rocha

Proprietário levou multa de R$ 5 mil

Operação Consciência mobilizou 30 policiais
Foto: Divulgação

Uma festa clandestina foi encerrada pela Brigada Militar (BM) de Taquari na noite de ontem, 18, às 23h45. A Operação Consciência mobilizou 30 policiais, que utilizaram no deslocamento 10 viaturas, e cinco fiscais da prefeitura, que aplicaram multa de R$ 5 mil ao proprietário do imóvel.

Após várias denúncias de que o evento ocorreria num sítio localizado na rodovia Aleixo Rocha da Silva, a BM passou a monitorar o local através do serviço de inteligência. Confirmado o início da festa, com a chegada de vários veículos e música alta, foi dado início à operação.

O evento contava com “olheiros” e um porteiro que liberava acesso ao local. Quando a Brigada chegou, havia cerca de 100 pessoas no local. Alguns tentaram fugir. Foi preciso o bloqueio total da rodovia.

Constatada a violação do artigo 268 do Código Penal (todas as pessoas estavam aglomeradas, sem máscara, desrespeitando o distanciamento mínimo), os quatro responsáveis pela festa, de 25, 50, 59 e 71 anos, foram identificados e responderão judicialmente. Também foram confeccionados autos de infração pela tentativa de fuga de alguns motoristas e pela violação do Código de Trânsito.

“Ações dessa espécie, em conjunto com a Prefeitura de Taquari, visam a evitar a propagação da covid-19 e terão caráter permanente até o fim da pandemia”, frisa a BM.

Quando a Brigada chegou, havia cerca de 100 pessoas no local
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: