Vereador tem candidatura impugnada porque não fez biometria

Partido recorre ao Tribunal Regional Eleitoral

O vereador Clóvis Bavaresco, que tenta a reeleição, teve sua candidatura impugnada pela não realização da biometria. O julgamento ocorreu em Taquari, e foi dado um prazo de 72 horas para que o candidato apresentasse recurso, o que não aconteceu.

Segundo o presidente do Progressistas, Rogério Reis, houve um erro de comunicação. “Não fizemos o recurso em tempo hábil em Taquari, mas já fizemos o recurso para o TRE e temos absoluta certeza de que será acolhido, pois o título dele [Clóvis] não aparece na listagem, mesmo sendo vereador, e a última resolução do TSE relata que todos podem votar, mesmo aqueles que não fizeram o cadastramento biométrico”, afirma Rogério.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.