Atacante do Pinheiros assina contrato com o Juventude aos 17 anos

Revelado pela Pinheiros Duttra, Theylor Gularte se destacou no Gauchão Juvenil do ano passado

Assinatura do contrato ocorreu na última semana
Foto: Divulgação

O jovem atacante Theylor Henrique da Silva Gularte, 17, assinou contrato profissional com o Juventude, de Caxias do Sul, no fim da última semana. Ele foi incorporado ao time B do clube serrano e já treina com os novos companheiros.

Natural de Cachoeira do Sul, Theylor veio para Taquari aos nove anos morar com os tios Magali e Erlei, na localidade de Arroio das Pedras. Um ano mais tarde, começou a frequentar a escola de futebol Pinheiros Duttra.

O diretor da escolinha, Antônio Carlos Dutra (Gancho), conta que os professores Bruno Brandão e Nico Pereira levaram o menino, “vendo projeção na carreira, desde pequeno chamando atenção por ser um aluno dócil e um grande jogador”.

Segundo o professor Francisco Bellini, que já conhecia Theylor da escolinha, ainda bem pequeno, e depois o comandou no juvenil, ele sempre foi acima de média. “No primeiro treino, já deu para ver que era diferenciado. Tinha aquela irresponsabilidade, no bom sentido. Lembro que ele deu uma cavada nesse primeiro treino. Uma criança de 10 anos fazer isso é difícil, meio fora da curva. É um guri diferente. Cabeça boa.”

Talento para balançar as redes

Atuando pelo Esporte Clube Pinheiros no campeonato estadual sub-17 em 2019, o centroavante chamou a atenção do Juventude, que o levou para a tradicional Copa Santiago de Futebol Juvenil. Lá, a equipe caxiense sagrou-se vice-campeã, derrotada na final pelo Palmeiras. Vice-goleador da competição, Theylor despertou o interesse do Juventude em tê-lo em definitivo.

Conforme o presidente do Pinheiros, José Geraldo Pereira, o atleta foi negociado com o objetivo de evoluir na carreira. “Ele tem grande potencial e precisa seguir, porque seu ciclo aqui se encerra aos 17 anos. Vendemos parte dos direitos federativos do Theylor e reservamos uma parte ao atleta e outra ao Esporte Clube Pinheiros”, informa, salientando o trabalho da escolinha Pinheiros Duttra, de seus professores e dos treinadores do Pinheiros.

“Batalhei muito para chegar até aqui”

Diante da conquista, o jovem se diz muito feliz. “Sempre foi meu sonho me tornar jogador de futebol e batalhei muito para chegar até aqui. Não foi fácil, mas tenho certeza de que todas as dificuldades valeram a pena.”

E, segundo Theylor, não são poucas as dificuldades pelas quais passa um jogador de futebol. “Lesões, fases, pressão, ficar longe e ver a família uma vez por mês, a incerteza de que isso vai dar certo. A idade vai chegando, e a gente pensa: ‘Será que eu vou conseguir realizar meu sonho?'”, relata o atacante, cujo empresário é o ex-lateral Tiago Silva (Buiú), também revelado pela Pinheiros Duttra.

O jovem admite que, a certa altura, pensou em desistir. “Mas sempre acreditei em mim e em quem estava ao meu redor. Não é fácil a vida de jogador. Porém, se a gente souber lidar com tudo isso, no fim pode valer muito a pena.”

A todos aqueles que o ajudaram nessa caminhada, Theylor manda um recado: “Pretendo deixá-los orgulhosos e fazer com que vejam que todo o trabalho realizado comigo valeu a pena”.

Ex-lateral Tiago Silva é o empresário do jovem atleta
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.