Fiscalização barra feira, e agricultores cobram posicionamento da prefeitura

Mesmo com ponto fixo, produtores são considerados ambulantes

No último sábado, 22, não houve Feira do Produtor Rural. A fiscalização municipal, segundo relatos de agricultores que procuraram “O Taquaryense”, esteve no local na semana anterior e determinou a suspensão das atividades por ausência de regulamentação.

Os feirantes dizem que, para a prefeitura, eles são considerados ambulantes e, por isso, de acordo com o decreto em vigência referente à pandemia, não podem vender seus produtos no espaço que ocupam há cinco anos, na rua Vereador Praia.

“A prefeitura nos cedeu a área e agora nos chama de ambulantes, diz que estamos ilegais?”, questionou um dos produtores que procuraram a reportagem, pedindo para não ser identificado. “Imagina se todos os agricultores do país fossem proibidos de vender seus produtos, quando de 70 a 80% do que se consome vem da agricultura familiar?”

Eles cobram um posicionamento da administração municipal sobre essa situação. “O Taquaryense” entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, mas, até o momento, não obteve retorno.

O vereador Leandro Mariante (PT), presidente do Legislativo, foi procurado pelos produtores e disse que a situação deve ser revista nesta semana. “Os feirantes não são ambulantes, pois têm ponto fixo. Estão estabelecidos há alguns anos no mesmo local. São produtores rurais e como tais devem ser tratados.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.