Vida Social

Serenatas para abraçar as pessoas através da música

Em tempos de distanciamento social, apresentações são maneira de homenagear familiares e amigos

Em tempos de distanciamento social, apresentações são maneira de homenagear familiares e amigos

Casal Alana e Querim realiza essas apresentações especiais há cerca de um mês
Foto: Arquivo Pessoal

Presentear é um gesto de carinho, certo? E o que é possível comprar? Flores, roupas, calçados… E por que não uma serenata? Em Taquari, o casal de músicos Alana Porto Pereira e Querim Goulart Zanette está fazendo essas apresentações especiais há cerca de um mês.

Tudo começou com um convite: fazer uma serenata no Dia das Mães. “Gostamos da ideia e decidimos anunciar que fazíamos esse trabalho”, conta Alana. “Acredito que seja uma boa forma de presentear e demonstrar carinho e amor.” Segundo ela, a distância física, imposta pela pandemia, impede muita gente de se abraçar, e as serenatas são uma forma de demonstrar amor. “A música tem o poder de emocionar, de acolher e de confortar, tudo do que se precisa neste momento de distanciamento. Ela entra como uma ferramenta para transmitir sentimentos bons.”

A serenata acontece na calçada, respeitando a distância de pelo menos dois metros da pessoa homenageada, o que não diminui a carga de emoções que afloram durante a apresentação. Inclusive, a reação dos homenageados é algo que chama a atenção de Alana e Querim. De acordo com eles, algumas pessoas choram, outras ficam surpresas e estasiadas, e sempre agradecem muito ao final da serenata. “Ouvimos coisas do tipo: ‘Eu jamais vou esquecer o que vocês fizeram por mim hoje’. Ou: ‘Não tenho palavras para expressar o tamanho da minha gratidão por este presente’. É gratificante ver que, através do nosso trabalho, temos a oportunidade de tocar o coração das pessoas.”

Alana destaca que, durante a execução das serenatas, ocorre algo especial. “É um momento em que todos recebem sentimentos bons, porque as pessoas que homenageamos nos desejam coisas boas, nos elogiam, contam que acompanham e são admiradoras do nosso trabalho. Então, todos os envolvidos são agraciados com boas energias.”

O repertório é escolhido por cada contratante. Caso o cliente solicite, o casal sugere músicas. Além de Alana no vocal, na maioria das vezes, Querim utiliza violão, mas já houve serenatas em que tocou cavaquinho, e Vítor, irmão de Alana, foi chamado para acompanhar no pandeiro. Ou seja, a serenata é planejada de acordo com cada homenageado.

O valor varia conforme o número de músicas, mas Alana garante que o preço é acessível. “Tudo é feito com muito amor e comprometimento.” Para contratar uma serenata e dedicá-la a alguém especial, basta entrar em contato pelo telefone 99737-3802.

Serenata de 70 anos

Recentemente, a professora aposentada Nilda Rita Alves da Silva contratou uma serenata para homenagear a irmã Maria Edília, que estava completando 70 anos. A ideia, não fosse a pandemia, era celebrar a data com uma grande festa. “Ela é uma pessoa muito querida, uma espécie de ‘chave mestra’ da família. Então, os irmãos de Taquari, as sobrinhas, resolvemos homenageá-la.”

Os familiares chegaram de surpresa, buzinando, entregaram mimos para a aniversariante, e a serenata aconteceu na calçada. A canção escolhida foi “Tá Escrito”, da banda Revelação. “Ela ficou realmente muito feliz. Foi muito lindo e emocionante. Acho que a serenata é uma maneira maravilhosa de presentear alguém”, finaliza Nilda Rita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: