Artigo

Queda capilar e pandemia, existe uma relação?

Biomédica esteta e terapeuta capilar, Bárbara Silva de Jesus aborda relação entre perda de cabelos e estresse

BÁRBARA SILVA DE JESUS
Biomédica esteta e terapeuta capilar pela Academia Brasileira de Tricologia

Sim, existe! A cada dia recebo na clínica questionamentos de pacientes e amigos que notaram uma queda acentuada de cabelos no período de isolamento. Cabelos caindo diariamente é algo normal, pois sempre teremos renovação do ciclo capilar. Porém, o excesso dessa queda — que realmente nos faz um alerta pela quantidade elevada de fios perdidos na escovação e no banho, caídos nas roupas e no chão — é, sim, muitas vezes desesperador para algumas pessoas.

Existem inúmeros fatores para a queda capilar: problemas hormonais não detectados ou tratados, doenças autoimunes, doenças crônicas, uso de algumas medicações, pós-cirúrgicos, má alimentação, deficiência de vitaminas, anemia, procedimentos químicos inadequadamente realizados e estresse. Este cada vez mais apontado em estudos como causador principal ou como pertencente a um conjunto de causas responsáveis pela queda.

E por que essa relação com o estresse? Porque o folículo piloso, estrutura encontrada na nossa pele em que se desenvolvem os fios, é bastante inervado, e, para seu bom funcionamento, inúmeros fatores devem estar presentes para um ciclo capilar adequado. Quando temos alguma alteração na nossa saúde ou não sabemos lidar com algo que nos estressa, o folículo piloso recebe sinais de que algo não está bem, o que compromete o ciclo de crescimento, acontecendo a queda.

A pandemia nos fez mudar bruscamente a rotina. Não temos a mesma intensidade na vida social. Não podemos estar com todos os nossos familiares. Tivemos que trabalhar de casa e dar atenção aos filhos sem aulas. Somam-se a isso mudanças de higiene e cuidados, além da parte financeira, que acabou comprometida para a maioria das pessoas. Tudo isso desencadeia um grande estresse emocional, podendo ter como consequência a queda de cabelos.

O que precisamos fazer para amenizar isso? Reinventarmo-nos e aceitarmos as mudanças nos ajudará a passar mais calmos por esta situação, não deixando que o estresse emocional nos afete. Assim, o nosso corpo sente menos, havendo grandes chances de não termos quedas capilares acentuadas. Mas, se a queda for algo que te aflige e preocupa, procura um profissional que te ajude a lidar com os sintomas e amenizá-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: