Coluna do Editor

Ruas cheias não deixam de dar razão a comerciantes

Colunista escreve sobre postura da população e situação do comércio diante do coronavírus

PEDRO HARRY
pedroharry.rs@gmail.com

Recomenda-se, pede-se, suplica-se à população que permaneça em casa. E, no entanto, as ruas estão cada vez mais cheias de pessoas indiferentes à pandemia que se abate sobre o mundo.

Os comerciantes que se veem impedidos de abrir seus estabelecimentos reclamam a retomada das atividades. As ruas não deixam de lhes dar razão. Ao fechá-los, o governo objetivava o quê? Reduzir a circulação e a aglomeração de pessoas. No começo, até deu resultado. Porém, passado o susto inicial…

Ora, se o que se verifica na realidade é um movimento cada vez maior e nada é feito no sentido de coibi-lo, não me parece justo recriminar os empresários — sobretudo os pequenos — que pedem o funcionamento dos estabelecimentos dos quais não só eles dependem, mas também funcionários já assustados pelo fantasma das demissões.

A menos que tais estabelecimentos não cumpram as mesmas exigências sanitárias impostas àqueles enquadrados nos chamados serviços essenciais, não vejo sentido em mantê-los com as portas fechadas diante desse cenário.

Sei que já deve haver por aí gente a querer-me crucificado neste Sábado de Aleluia porque, de acordo com sua precária interpretação, sou mais um irresponsável a defender o afrouxamento de medidas restritivas, mais um desalmado para quem a vida é menos importante do que a economia, mais um jornalista comprado.

Paciência. Limito-me a escrever. Ensinar a ler já não me cabe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: