Remexendo o Passado

O vírus que, há mais de um século, fez dezenas de mortos em Taquari

No mundo, a gripe espanhola dizimou entre 50 e 100 milhões de pessoas

No mundo, a gripe espanhola dizimou entre 50 e 100 milhões de pessoas

JOÃO PAULO DA FONTOURA*

Pandemias, como o caso do coronavírus, que tanto nos assusta neste momento, são algo relativamente recente na humanidade, pois, diferentemente das epidemias e das endemias, elas se espraiam globalmente, não ficam localizadas.

A primeira pandemia que tivemos foi a peste negra, aquela ocorrida em meados do século 14, responsável por dizimar em torno de 30% da população de 102 milhões da época. Foi uma paulada. O mundo então se resumia a Europa e Ásia. Depois, foi a gripe russa, em 1889, que chegou inclusive ao Brasil. Esta matou em torno de 1,5 milhão de pessoas.

Mais tarde, atingiu-nos a famosa gripe espanhola. Surgida em 1918, espalhou-se por todo o planeta. Estima-se que 30% da população mundial tenha sido contaminada. Entre 50 e 100 milhões de pessoas foram a óbito em decorrência dessa que é considerada a pior pandemia da história.

Causada pelo vírus influenza A (H1N1), nada tem de espanhola além do nome. Na realidade, com a Guerra Mundial, a imprensa dos grandes países envolvidos foi proibida de tocar no assunto, para não baixar o moral dos soldados. Como só quem falava eram os jornais da Espanha, que não participou do conflito, as pessoas passaram a associar a gripe àquele país.

O Brasil e a nossa Taquari não ficaram imunes. Muito pelo contrário. Cerca de 35 mil pessoas morreram em solo brasileiro devido à influenza espanhola — um número baixo, considerando-se a população de 30 milhões. No nosso município, não se tem o número oficial de óbitos, mas sabe-se que foi expressivo. Pelas informações trazidas por “O Taquaryense” naquele período, morreram mais de 25 pessoas — isso para uma população de aproximadamente 18 mil habitantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: