Polícia Civil prende suspeito de ter assassinado Itomar Dória

Advogado foi morto no escritório em 2018

Itomar levou seis tiros na sala em que atendia | Foto: Reprodução

Por meio da Delegacia de Capturas (Decap), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), a Polícia Civil prendeu ontem, 20, o suspeito do homicídio do advogado trabalhista Itomar Espíndola Dória. A ação ocorreu em Novo Hamburgo, no bairro Canudos.

Sob o comando do delegado Arthur Raldi, os agentes cumpriram mandado de prisão preventiva. As buscas pelo paradeiro do fugitivo já duravam um ano e meio.

O acusado havia sido indiciado por homicídio qualificado no inquérito. No dia do crime, ele entrou no escritório da vítima e pediu uma consulta. Ao abrir a porta da sala de Itomar, disparou seis tiros contra o advogado, que morreu no local.

Depois, o criminoso fugiu num veículo roubado e posteriormente incendiado. Na época, ele estava foragido havia nove meses, após ter sido condenado por roubo majorado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.