Estudantes protestam contra pacote do governador Eduardo Leite

Ato na Praça São José foi organizado por alunas da escola Pereira Coruja

Discursos contestaram projeto que altera plano de carreira do magistério | Foto: Pedro Harry

Num gesto de apoio aos professores que decidiram entrar em greve contra o pacote de medidas proposto pelo governador Eduardo Leite, alunas do curso normal da escola Pereira Coruja promoveram uma manifestação na tarde desta quarta-feira, 20.

Iniciado por volta das 14h, o ato teve lugar na Praça São José, com a presença do diretor do 8º Núcleo do Cpers-Sindicato, Gerson Luis Johann. Depois, houve uma caminhada.

O microfone do carro de som que acompanhou a manifestação foi utilizado para discursos de protesto contra o projeto de Eduardo Leite, que altera o plano de carreira do magistério.

A professora aposentada Luzia Regina Pereira Herrmann, ex-diretora do 8° Núcleo, destacou a importância da mobilização. “Não podemos aceitar a perda de direitos. Temos de lutar por eles, e toda essa mobilização pela educação me emociona.”

Durante o ato, foi feito convite para a sessão da Câmara Municipal marcada para amanhã, 21, quando será concedido o espaço da Tribuna Livre. A ideia é lotar o plenário para pedir o apoio dos vereadores.

A professora aposentada Antônia Rita Hassen Jesus (Tunica) convocou todos os presentes. “É importante que saibamos o que cada vereador pensa a respeito dessa situação. Temos, por exemplo, vereadores que apoiam o governo Eduardo Leite. A presença de todos é fundamental.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.