Falta de vagas para estacionar no Centro é tema de reunião na CDL

Retorno do estacionamento rotativo foi discutido nesta manhã

Membros da entidade e do Legislativo participaram do encontro | Foto: Pedro Harry

Com o propósito de debater a situação do estacionamento nas vias centrais de Taquari, membros da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Poder Legislativo se reuniram na manhã desta terça-feira, 22, na sede da entidade.

Discutir e propor soluções para a falta de vagas especialmente nas ruas Sete de Setembro e Albino Pinto foi o objetivo do encontro, no qual marcaram presença o presidente e o vice da CDL, César Fazenda e Deivid Rosário, o presidente da Câmara Municipal, Vânius Nogueira (PDT), e o vereador Leandro Mariante (PT).

Proponente da reunião, Vânius detalhou a ideia levada recentemente à tribuna do Legislativo. Ele defende um novo modelo de estacionamento rotativo. “Na Sete, entre os Correios e o supermercado Ávila, e também na Albino Pinto, que são as ruas mais lotadas. A administração seria feita por alguma entidade do município. Claro, com a regulamentação da prefeitura”, disse.

Exemplos de outras cidades que implantaram o sistema foram citados durante a reunião. O presidente da CDL mencionou o caso de Teutônia. “Lá, por exemplo, há faixa azul e os próprios lojistas cuidam. Se veem um carro estacionado por muito tempo, eles chamam a atenção do motorista”, comentou César.

Para o vice-presidente da entidade, isso só vai funcionar se for feita uma lei proibindo que o carro fique estacionado por mais de duas horas. “Aí não vai existir o argumento do funcionário de que é direito dele estacionar e ninguém pode tirá-lo dali”, afirmou Deivid.

O vereador Mariante identifica um problema em Taquari. “Aqui se quer levar vantagem sempre. Já andei em outros lugares, e não tem isso. Há vários comerciantes que são meus amigos, e eu pergunto: ‘Tá, mas como é que tu colocas o carro na frente do teu estabelecimento?’. E ele engasga, não sabe o que dizer”, comentou.

Novas reuniões serão marcadas para discutir de maneira mais aprofundada e definir o modelo adequado para Taquari. Será pago ou gratuito? Englobará quais ruas? Essas são algumas das questões ainda por resolver.

O plano é que, até o próximo encontro, o presidente César Fazenda já tenha o resultado da pesquisa a ser feita entre os associados da CDL para saber se são favoráveis ou não ao estacionamento rotativo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.