Prefeitura busca viabilizar Natal Açoriano através de parceria

Empresas interessadas participarão de licitação

Um dos objetivos é tornar possível atração nacional | Foto: Arquivo/O Taquaryense/Pedro Harry

O 28º Natal Açoriano em Terra Gaúcha poderá ser realizado por meio de uma parceria público-privada. Sem condições de arcar sozinha com os custos do evento, sobretudo no que diz respeito ao show da noite principal, a Prefeitura de Taquari buscará, através de licitação, empresa que o viabilize com atrações de grande porte.

O edital foi encaminhado ontem, 10, para análise de uma comissão externa, formada por pessoas da comunidade. “Se em 48h essa comissão não apontar nenhum problema, ele voltará para a prefeitura e será publicado”, informa a assessoria de imprensa do Executivo.

A previsão é que o edital esteja disponível no site do município a partir de terça-feira, 15. Já a abertura das propostas deverá ocorrer no início de novembro.

Depois de calcular a média de gastos das últimas edições do Natal Açoriano, a administração chegou ao valor de R$ 200 mil, que será destinado à empresa vencedora da licitação. Esta terá o direito de explorar, entre outros pontos, o parque de alimentação e o entorno da Lagoa Armênia. Poderá, por exemplo, trazer um parque de diversões. Todo o lucro decorrente disso será seu.

Em contrapartida, precisará assumir alguns compromissos. Entre eles, o de custear um show nacional para a noite principal do evento natalino, marcada para 14 de dezembro, um sábado, e também um show regional.

Ainda que não apareçam empresas interessadas ou que as propostas apresentadas não preencham todos os pré-requisitos, a adminstração garante a realização do Natal Açoriano. Porém, nesse caso, praticamente descarta investir num show nacional.

O prefeito Emanuel Hassen de Jesus (Maneco) já declarou que o governo tem outras prioridades. “Não podemos dar o passo maior que a perna. Temos um volume alto de contrapartidas para dar em obras”, afirmou recentemente.

Maneco também enfatizou que, entre fazer shows e gerar empregos, a preferência será sempre pela última opção. “Temos o pavilhão da Renovest [empresa que está localizada no bairro Leo Alvim Faller e realiza a manutenção de uniformes] para construir, com um custo aproximado de R$ 300 mil, e temos a possibilidade de investimento no setor de grãos.”

Nos últimos anos, artistas de renome embalaram o público na noite principal do evento, como Paula Fernandes (2018), Edson e Hudson (2014) e Michel Teló (2013).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.