Taquari deve a Othelo Rosa reconhecimento digno de sua envergadura

Foi ele, poucos sabem, o primeiro secretário de Educação da história gaúcha

PEDRO HARRY DIAS FLORES
pedroharry.rs@gmail.com

A homenagem que tornará – com justiça, não há dúvida – Adroaldo Mesquita da Costa nome de escola em Taquari também seria bastante apropriada se rendida a outro grande homem que dignificou esta terra: Othelo Rosa.

Professor, historiador, jornalista e político respeitado, Othelo era natural de Montenegro, mas foi aqui que cresceu e encetou sua luminosa trajetória.

Nas páginas de “O Taquaryense”, iniciou-se nas letras. Em 1911, por breve período, foi secretário de redação do semanário dirigido pelo amigo e colega de Partido Republicano Albertino Saraiva. Na década seguinte, chegou à direção do vespertino “A Federação”, nela permanecendo entre 1925 e 1930.

A ele coube a honra, poucos sabem, de ter sido o primeiro secretário de Educação do Rio Grande do Sul, no governo Flores da Cunha, durante o qual chegou a exercer interinamente a chefia do Executivo estadual.

Lançou dezenas de livros. Foi também autor de folhetos e trabalhos publicados em diversas revistas.

Convenham: o velho Othelo merece ser mais do que nome de rua no município cujo nome tanto elevou!

Em tempo: o Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) disponibiliza, em seu site, detalhada biografia do personagem deste texto. Leiam-na: http://bit.ly/2opBWML.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.