Ainda que ilegal, pescaria tem sido rotineira na Lagoa Armênia

Área das taquareiras é a preferida dos adeptos da prática

PEDRO HARRY DIAS FLORES
pedroharry.rs@gmail.com

Como é do conhecimento até dos biguás que frequentam a Lagoa Armênia, há lei que proíbe a pesca no local. Mesmo assim, notam-se ali com certa frequência sujeitos a empunhar caniços – providencialmente, em meio às taquareiras e no amanhecer.

Outro dia, por volta das 6h, um cidadão erguia sua vara de pesca ao lado da gruta. Decerto imaginava que, àquela hora, só os patos e as tartarugas poderiam flagrá-lo. Relatos, porém, dão conta de que os adeptos da prática ilegal atuam quando o sol já está alto e pleno. Ao meio-dia, por exemplo.

Dado que a fiscalização é falha ou inexiste, o mínimo que poderia ser feito pelo poder público é a colocação de placas de aviso no local – de preferência, maiores em relação às que foram removidas por razão que desconheço –, para indicar aos desinformados e relembrar aos desmemoriados a ilegalidade da prática.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.