Gerente de futebol do Palmeiras, Cícero Souza palestra na terra natal

Evento organizado pelo Pinheiros reuniu autoridades do esporte ontem à noite

Convidados posaram para foto no encerramento do encontro | Foto: Walter Rodrigues/Pinheiros

O Pinheiros promoveu na noite de ontem, 16, um evento que reuniu autoridades do esporte em Taquari. Entre eles, o gerente de futebol do Palmeiras e ex-coordenador da escolinha Pinheiros Duttra, Cícero Souza (Cicinho), que palestrou para seus conterrâneos na ocasião.

Realizado no salão da Lux Eventos, o encontro teve início às 20h. Na abertura, o presidente do Pinheiros, Rui Vargas Martins, agradeceu a presença dos convidados e falou sobre o trabalho que lidera à frente do clube.

O secretário estadual de Esporte e Lazer, João Derly, fez uso da palavra na sequência. Discorreu acerca de sua trajetória bem-sucedida no judô e da nova experiência que está vivenciando no governo do Estado.

Depois, o microfone foi entregue ao palestrante da noite. Inicialmente, Cícero Souza falou sobre sua ligação com o futebol desde a infância. “Eu tinha oito anos quando o meu avô, o grande amor da minha vida, me deu um presente. Ele construiu uma banqueta que funcionava como uma caixa com divisórias para guardar os meus times de futebol de botão. Cabiam umas 12 equipes. Naquele momento, nasceu dentro de mim um amor. O amor por gerir todas aquelas equipes.”

Então, Cicinho entrou no tema da palestra: gestão esportiva. “Fazer gestão é algo que precisa ser muito discutido hoje no Brasil. Enxergam-se os executivos de futebol como meros contratadores de jogadores. Essa é a imagem que fica para os presidentes de clubes, para a imprensa e para a torcida. Mas gerir um clube vai muito mais além.”

Conforme o gerente de futebol palmeirense, cinco são as áreas em que um gestor precisa militar diariamente no mundo do futebol. “A primeira área diz respeito à definição de objetivos. A segunda, à definição de poder de gestão. A terceira, à definição do que é cada departamento e como vai funcionar a hierarquia disso. A quarta, à definição de processos. E a quinta, à definição de indicadores”, disse, detalhando cada uma delas a seguir.

O vice-presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, que em 2020 assume o comando da entidade, também marcou presença no evento e falou a respeito do trabalho que pretende desenvolver como presidente da FGF. Na oportunidade, fez a entrega de uma placa em homenagem ao ex-zagueiro do Internacional Bibiano Pontes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.