Grupo se reúne para arborizar a cidade

Ideia surgiu de uma postagem no Facebook e se transformou em projeto

As redes sociais são atualmente um espaço de críticas e reivindicações. Fala-se muito em “ativismo digital”. As pessoas se identificam com ideias, se comunicam, e algumas vezes as ações se tornam realidade, fora do ambiente virtual. É exatamente isso que aconteceu com o grupo Quero Plantar, que tem como objetivo efetuar a arborização urbana do município.

Uma das integrantes, a empresária Etiene Reis da Silva, conta que, no início do ano, em um dia extremamente quente, fez um desabafo no Facebook e sugeriu o plantio de árvores pela cidade, inspirada em projeto realizado, com sucesso, no município de Ibirubá, no norte do Estado. “Lancei essa ideia e deu quase 200 curtidas, todo mundo comentando ‘conta comigo’.”

Depois disso, foi marcada uma reunião, e o projeto começou a ser elaborado. Ele foi apresentado e aprovado pela prefeitura. O Departamento de Meio Ambiente e a Emater colaboraram com algumas orientações técnicas, e a ideia foi para frente.

O grupo credenciou o projeto junto à Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), que fornecerá as mudas adequadas para o plantio, dependendo do local. “Não é só plantar. É necessário levar em conta o tipo de árvore e suas raízes, a largura da calçada, a fiação existente, etc. Aí a gente manda uma foto do lugar para eles, e eles enviam a árvore adequada”, explica Etiene.

Buscando visibilidade e mais apoiadores para o grupo, no domingo, 9, foi realizado o plantio de quatro mudas (doadas pela Certaja) na Lagoa Armênia. Um ato simbólico ocorrido dentro da programação da Semana Municipal do Meio Ambiente.

Em um segundo momento, outras árvores serão plantadas na Rua Othelo Rosa, onde já existem alguns espaços nas calçadas justamente para arborização. Depois, a ideia é trabalhar junto às associações de bairros, para que o projeto se expanda pelo município. “Nossa maior preocupação é manter essas árvores. Precisamos da colaboração da comunidade para cuidar delas enquanto crescem. É um trabalho de persistência, vai dar certo”, afirma Etiene.

Consciência ambiental e ação

A bióloga Marília Juliano Souza, coordenadora do Departamento de Meio Ambiente da prefeitura, destaca que pensar no plantio de árvores é fundamental para garantir melhor qualidade de vida, saúde e bem-estar para todos. “Falar de arborização urbana é tratar de um tema multidimensional e transdisciplinar. A forma como lidamos com as árvores, como consideramos sua existência, é um reflexo de como caminha a educação, o senso de pertencimento, a identidade cultural ambiental e a valorização da vida em suas dimensões naturais.”

Marília acredita que, quando a população tem consciência ambiental e os meios para ação, o espaço urbano pode se tornar um ambiente muito mais agradável, tendo em vista os comprovados efeitos positivos de mais áreas verdes nas cidades. “Pensar meio ambiente, agir meio ambiente é um processo gradativo e contínuo que merece nossa dedicação e comprometimento.”

Nesse sentido, a coordenadora coloca o departamento à disposição para prestar esclarecimentos, firmar parcerias e oferecer todo o auxílio técnico necessário para intervenções junto ao meio ambiente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.