Vetado aumento salarial de prefeito, vice, vereadores, secretários e CCs

Reajuste seria de 4,94%, o que representaria R$ 126,5 mil de gastos a mais por ano

O prefeito Emanuel Hassen de Jesus (Maneco) decidiu hoje, 23, vetar os projetos de lei que preveem reposição salarial de 4,94% a ele, ao vice André Brito, aos secretários, aos CCs do Executivo e do Legislativo, aos vereadores e aos servidores da Câmara Municipal.

Se fosse concedido o reajuste, aprovado na última sessão da Câmara, os gastos mensais com salários aumentariam em R$ 9.731,46. Dessa forma, incluindo o 13º, sairiam a mais dos cofres públicos anualmente R$ 126.508,98.

De acordo com Maneco, a reposição salarial não é possível neste momento de crise. “Diante das dificuldades que assolam o país e, sobretudo, o Estado, prejudicando especialmente municípios com orçamentos menores, como o nosso, a concessão do reajuste se torna impraticável”, afirma o prefeito.

Ainda segundo ele, somente os servidores concursados ou equiparados receberão a reposição. Os R$ 126,5 mil anuais que serão economizados em razão do veto terão como destino o Hospital São José. “É sabido que o Governo Estadual nos deve mais de R$ 1 milhão somente para a área da saúde, o que nos obriga a investir ainda mais. E o hospital é uma prioridade para nossa gestão”, finaliza Maneco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.